Total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Texto "Sobrevivendo à depressão"


Dado o grande número de conhecidos castigado por esse mal, resolvi publicar um artigo da Internet sobre esse tema com o desejo de ajudar àqueles que por ventura, encontrando o meu Blog, estejam vivendo também sob o flagelo desse que tem sido, também, um mal do século. É claro que, não será o texto propriamente dito que irá abençoar o leitor, mas sim as referências à Palavra de Deus citadas no mesmo.

Segue abaixo os textos:

Então, Ele me disse: A Minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. II Cor. 12:9.

Charles Spurgeon, o grande pregador da era vitoriana, tinha períodos de profunda depressão. Uma vez, ele disse para um amigo que "existem masmorras sob o castelo do desespero." Mas, abeberava-se das coisas espirituais. As boas-novas da graça de Deus e de Sua redenção eram muito reais para ele. Ao voltar para casa, depois de um intenso dia de trabalho, Spurgeon sentia-se muito cansado e deprimido. As pessoas levavam a ele todo problema; contudo, poucos ouviam os problemas dele.

Mas apareceu um texto para reanimá-lo. As palavras "A minha graça te basta" (II Cor. 12:9) percorreram sua mente, e ele foi ver o texto no original. Foi então que essa parcela de boas-novas o atingiu com mais força. Deus parecia falar-lhe diretamente: "A minha graça te basta." Spurgeon viu-se respondendo em voz alta, entre gargalhadas: "Eu devia pensar que sim, Senhor." Posteriormente, disse: "Até então, nunca havia entendido o que era o riso santo de Abraão. Descrer parecia, agora, um total absurdo".

"Ó irmãos", Spurgeon escreveu aos seus amigos, "sejam grandes crentes. Uma pequena fé levará sua alma ao Céu, mas uma grande fé trará o Céu para sua alma." Ele descobriu que o Céu é viver na presença de Deus. Embora, como cristãos, aspiremos à recompensa final, uma terra em que não há sofrimento, lágrimas, dor, enfermidade nem morte, existe outra dimensão do Céu que é freqüentemente deixada de lado. Quando o fariseu inquiriu Jesus sobre o reino de Deus, ouviu como resposta: "Porque o reino de Deus está dentro de vós." Luc. 17:21.

Quando Cristo, através do Espírito Santo, entra em nossa vida, o reino de Deus é estabelecido no coração. O Espírito cura feridas, enxuga lágrimas, dá-nos uma nova esperança. Com Spurgeon, descobrimos que a graça de Deus é suficiente. Alegre-se em Cristo. O reino de Deus está com você.

-------------------------------------------------------------------------------

Todos Lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que Lhe saíam dos lábios. Luc. 4:22.

Durante um período de depressão, o escritor William Styron encontrou ajuda em um amigo que ligava todos os dias para lhe perguntar como se sentia. "Uma vez que ele passara por isso poucos meses antes", diz Styron, "o apoio dele teve um imenso valor. Era um modo de me dizer: ‘Olha, tudo vai ficar bem. Você vai se recuperar. Todos se recuperam’."

Styron acredita que esse incentivo foi mais importante para ele do que qualquer intervenção médica; mesmo quando não conseguia crer naquelas palavras de ânimo. Porém, elas tocaram seu coração. Ao estarem em depressão, as pessoas não precisam ouvir palavras eruditas; mas expressões de consideração e carinho. Nossa presença faz toda a diferença.

Jesus foi um exemplo disso. Quando a mulher samaritana se aproximou do poço de Jacó, ao meio-dia, o Salvador sentiu que havia algo errado. Aquela era a hora mais quente do dia. O sol escaldante da Palestina é quase insuportável. Muitos procuram encontrar alívio descansando à sombra de suas casas. A hora normal para buscar água é de manhã bem cedo. Essa pobre mulher foi sozinha, para evitar a zombaria das outras mulheres da vila, que sabiam de seus casos amorosos. Chegou sem esperança, mas Jesus lhe falou palavras de ânimo. Ofereceu-lhe "água viva" para saciar sua alma.

Jesus é um incentivador. Ao ser questionado por um escriba, Ele respondeu: "Não estás longe do reino de Deus." Mar. 12:34. Pense na alegria que deve ter inundado a alma desse homem. Para uma autodepreciativa mulher cananéia, Jesus respondeu: "grande é a tua fé!" Mat. 15:28.

Levante a cabeça. Deixe que a alegria encha o seu coração. Jesus sempre tem "palavras de graça" para você.

--------------------------------------------------------------------------------

Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições. Filip. 4:6.

Certo dia, Sandra foi ao escritório do pastor e contou uma história longa e dolorosa. Nada do que fazia agradava o esposo, Joe. Ela temia o momento em que ele voltava do trabalho. Era uma mulher atraente, brilhante, mas o sentimento de rejeição a transformara em uma esposa deprimida.

O pastor visitou o Joe, e ele ficou muito surpreso ao saber que estava contribuindo para a depressão da esposa. Não percebia que ela era capaz de ler sua atitude. Então, o pastor lhe sugeriu: "Joe, gostaria que você escolhesse dez virtudes de Sandra e agradecesse a Deus por elas. Faça isso duas vezes por dia: uma pela manhã, e outra à tarde, ao voltar do trabalho."

Aquilo não parecia ser muito difícil, e sendo que seu casamento estava se deteriorando, Joe concordou. Começou a agradecer a Deus pelas virtudes da esposa, concentrando-se naquilo que o atraía. Em pouco tempo, Sandra começou a mudar, tornando-se mais alegre e afetiva. Joe continuava sendo agradecido, e Sandra desenvolvia auto-estima, saindo da depressão.

Nossas palavras têm um poder incrível. Note estas passagens do livro de Provérbios:

"A ansiedade no coração do homem o abate, mas a boa palavra o alegra." Prov. 12:25. "O homem se alegra em dar resposta adequada, e a palavra dita a seu tempo quão boa é!" Prov. 15:23. "Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo." Prov. 25:11.

O que dizemos pode erguer pessoas que se acham abatidas. Dê-lhes esperança. Diga-lhes o quanto significam para você. As palavras podem mudar o ambiente. Experimente e comprove.

--------------------------------------------------------------------------------

Bendirei ao Senhor em todo o tempo, o Seu louvor estará sempre nos meus lábios. Sal. 34:1.

Desde o fim da União Soviética, tenho reunido histórias reveladoras de fé em meio a terríveis perseguições. Um pastor, tiritando de frio, sozinho em uma cela escura, escreveu: "Durante estes longos períodos no confinamento da solitária, meu coração desfrutou a presença de Deus. Como o apóstolo Paulo, eu passava horas cantando hinos. Deus nunca me abandonou, nem mesmo nas horas mais escuras e difíceis. A promessa do nosso Senhor Jesus Cristo se cumprem na vida inteira."

Também li sobre outro pastor que fora posto em uma cela com 70 criminosos. Em um domingo de páscoa, ele solicitou que lhe permitissem cantar hinos para seus companheiros de cela. Todos ficaram quietos. O homem começou a cantar, e assim continuou durante uma hora, sem que ninguém se mexesse. Todos o olhavam como que petrificados.

Há um poder incomum no louvor: ele nos eleva o espírito, dinamiza nosso ser e revitaliza nossa vida espiritual. As Escrituras unem louvor e alegria. "Por isso, o meu coração exulta, e com meu cântico o louvarei." Sal. 28:7. Ellen White observa: "Coisa alguma tende mais a promover a saúde do corpo e da alma do que um espírito de gratidão e louvor." – A Ciência do Bom Viver, pág. 251.

E mais: "É uma lei da natureza que nossas idéias e sentimentos sejam animados e fortalecidos ao lhes darmos expressão. Ao passo que as palavras exprimem pensamentos, é também verdade que estes seguem aquelas. Se exprimíssemos mais a nossa fé, mais nos regozijássemos nas bênçãos que sabemos possuir – a grande misericórdia e o amor de Deus– teríamos mais fé e maior alegria." – Ibidem, págs. 251-253.

Nossas palavras não apenas revelam nosso caráter interior; elas o moldam. Observe como o louvor pulveriza os sentimentos de desânimo. Ele é uma das mais poderosas armas de Deus, para vencermos o inimigo; é uma arma imprescindível. Que nossa boca se encha de louvor. Que nossos lábios expressem gratidão a Deus por Sua bondade, hoje e sempre.

Fonte: http://www.jesusnosama.com.br/esperanca/esperanca48.htm

Para saber mais sobre depressão, acesse http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?102

Nenhum comentário: