Total de visualizações de página

terça-feira, 11 de maio de 2010

Argumentos sobre a divindade de Jesus

Somente Deus é digno de adoração! As Escrituras não deixam dúvida quanto a isso (ex: Êxodo 20:1-5; Apocalipse 19:10 e 22:8,9; entre outros), e seu ensinamento, tão presente no coração dos servos de Deus na Bíblia, fez com que muitos arriscassem suas vidas à não adorar outro além do Senhor, ex: “Falou Nabucodonosor e disse: Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que enviou o seu anjo e livrou os seus servos, que confiaram nele, pois não quiseram cumprir a palavra do rei, preferindo entregar o seu corpo, a servirem e adorarem a qualquer outro deus, senão ao seu Deus.” - Daniel 3:28. Jesus conhecia esta verdade, tanto que a proferiu ao diabo quando foi tentado por ele no deserto, ex: “Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.” – Mateus 4:10.
Considerando que muitos ainda questionam a divindade de Jesus, a refutação é que se Ele não fosse Deus, jamais permitiria ser adorado como foi pelos magos (Mateus 2:11); pelas crianças (Mateus 21:15,16), pelo leproso (Mateus 8:2), pelo cego de nascença (João 9:38), pelos anjos, animais e anciãos ao redor do trono (Apocalipse 4 e 5), entre outros. Sem contar que há na Bíblia várias exortações a Sua adoração, entre elas Filipenses 2:9-11 e Hebreus 1:1-6.
No entanto, além do fato de Jesus ter sido adorado e ter aceitado adoração, outros argumentos também são utilizados na apologia a divindade de Jesus:
Jesus se declarou Deus:
- Mateus 4:7 “Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.”. O detalhe é que o alvo da tentação “era” Ele mesmo (Jesus), e não o Pai.
- João 8:58 “Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, EU SOU.” O mesmo nome usado por YHWH em Êxodo 3.14: EU SOU.
- João 10:30 “Eu e o Pai somos um.” Unidade entre as pessoas do Filho e do Pai.
- João 14.9 “Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” Jesus como a imagem de Deus Pai.
- Apocalipse 1:8 “Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso.” Uso de termos usados por YHWH, entre eles El-Shaddai (Deus Todo-Poderoso), como em Gênesis 17.1-20.
Os quatros Evangelhos testemunham sobre a deidade de Cristo:
- Mateus 4:16-17 “O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz. Daí por diante, passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.” Vemos neste texto a relação de Jesus com as outras duas pessoas da Trindade, ex: o Pai O identificando e o Espírito Santo O ungindo, ungindo como Messias.
- Marcos 2:5-12 “Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados. Mas alguns dos escribas estavam assentados ali e arrazoavam em seu coração: Por que fala ele deste modo? Isto é blasfêmia! Quem pode perdoar pecados, senão um, que é Deus? E Jesus, percebendo logo por seu espírito que eles assim arrazoavam, disse-lhes: Por que arrazoais sobre estas coisas em vosso coração? Qual é mais fácil? Dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito e anda? Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados- disse ao paralítico: Eu te mando: Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa. Então, ele se levantou e, no mesmo instante, tomando o leito, retirou-se à vista de todos, a ponto de se admirarem todos e darem glória a Deus, dizendo: Jamais vimos coisa assim!” Neste vemos o poder de Jesus em perdoar pecados.
- Lucas 24:44 “A seguir, Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco: importava se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos.” Jesus como O cumprimento das Escrituras.
- João 1:1 “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.”
- João 1:18 “Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou.”
Alguns nomes de Deus no Antigo Testamento são associados a Jesus:
- Mateus 1:23 “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco).”
- Mateus 26:64 “Respondeu-lhe Jesus: Tu o disseste; entretanto, eu vos declaro que, desde agora, vereis o Filho do Homem assentado à direita do Todo-Poderoso e vindo sobre as nuvens do céu.”
- Mateus 28:19 “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome
do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”

- Marcos 1:1 “Princípio do evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus.”
- João 10:11,14 “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas. Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim”
Algumas profecias messiânicas são cumpridas em Cristo Jesus:
- Gênesis 3:15 (semente da mulher) com Gálatas 4:4 “vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei”.
- Números 24:17 (descendente de Jacó) com Mateus 1:2 “Abraão gerou a Isaque; Isaque, a Jacó; Jacó, a Judá e a seus irmãos”
- Deuteronômio 18:15 (profeta mais importante) com Atos 3:20,22 “E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. Porque Moisés disse aos pais: O Senhor vosso Deus levantará de entre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a ele ouvireis em tudo quanto vos disser.”
- Salmos 110 (o grande sumo sacerdote) com Hebreus 5:5,6 “Assim, também Cristo a si mesmo não se glorificou para se tornar sumo sacerdote, mas o glorificou aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei; como em outro lugar também diz: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.”
- Isaías 53:3 (rejeitado por sua gente e por todos) com João 1:11 “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.” e Romanos 3:10,23 “como está escrito: Não há justo, nem um sequer, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus.”

Texto em cumprimento às exigências da Disciplina
Cristologia do Mestrado em Ministério (SETEB/NTS).