Total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de março de 2009

ORKUT: coisas que merecem atenção


Poucas coisas têm tido tanta repercussão atualmente quanto o Orkut. Mas o que seria Orkut? Orkut é uma rede social criada em 2004 por um turco chamado Orkut Büyükkokten, daí a origem do nome, para através da Internet se manter e se criar relacionamentos.
Entretanto, aliado ao crescimento de adeptos crescem as discussões sobre seus aspectos negativos, principalmente no meio evangélico quanto aos efeitos na vida do discípulo de Cristo. Abstraindo dos riscos relacionados à segurança digital e dando ênfase às implicações espirituais, apontarei três coisas que merecem atenção e cuidado aos cristãos que utilizam ou desejam utilizá-lo.
A primeira delas é quanto ao risco do Orkut se tornar um vício.
A Bíblia nos ensina que apesar da liberdade que o Senhor nos dá, nós não devemos nos deixar dominar por nada (1ª Coríntios 6:12b), e isso inclui o Orkut. Infelizmente há pessoas que dominadas pelo vício do Orkut deixam de dar atenção a pessoas (ex: conjugue, filhos, pais, amigos, etc...), o desempenho nos estudos e no trabalho cai e o que é pior, deixam de buscar a Deus através da leitura da Bíblia e da oração. O que tem sido mais importante na sua vida? Se a resposta for o Orkut, em detrimento ao Senhor, a família, aos amigos, etc..., já tens motivo para se preocupar.
A segunda é quanto ao risco do Orkut se tornar um objeto de desonra ao Evangelho.
Algo triste é o fato de alguns perfis de “orkuteiros” evangélicos não transmitirem a luz de Cristo, e ao invés de serem no Orkut sal da terra e luz do mundo (Mateus 5:13,14), acabam sendo pelo mau testemunho um objeto de desonra ao nome do Senhor.
Certa vez ouvi que empresas de RH estavam acessando o Orkut de candidatos a fim de descobrirem quem eles eram, e nisto acabavam descobrindo que em muitos casos o que foi dito na entrevista não coincidia com o que, implícita ou explicitamente era “dito” no Orkut. Se alguém que ainda não conhece Jesus pesquisar o seu Orkut, o que poderá dizer de você? Quem é você no Orkut?
A terceira é quanto ao risco do Orkut se tornar uma porta do inferno na sua vida.
Não há dúvidas que o Diabo se utiliza de todos os meios possíveis para destruir a vida dos servos do Senhor (1ª Pedro 5:8), e no seu empenho em devorar os servos de Deus, o Orkut, entre outras coisas, tem em muitos casos se constituído num instrumento dele (Diabo). Com base nisso, toda a prudência se faz necessária, pois sendo o Orkut uma rede aberta a todo o tipo de pessoa, toda a gama de artifícios do inferno pode ser encontrada nele (ex: pedofilia, prostituição, feitiçaria, satanismo, etc...). “...sede, portanto, prudentes como as serpentes...” - Mateus 10:16.
No mais, penso que Deus é quem pode realmente nos dar sabedoria para discernir até que ponto certas coisas do mundo contemporâneo são benéficas ou não a nós.
Quanto ao Orkut, por se tratar de uma rede de relacionamento, é possível que com a ajuda do Senhor a sua facilidade em contactar pessoas se torne em aliado à evangelização (Mateus 28:19 e 20), tornando-o num instrumento de benção ao invés de maldição. Que a sabedoria do Senhor (Prov. 3:18), portanto, o ajude a utilizá-lo de forma saudável.
(Texto publicado em 2009 no Boletim da Primeira Igreja Batista de Irajá)

Um comentário:

Felipe disse...

É justamente por causa dos riscos de ficar viciado, de desonrar a Cristo e de permitir a entrada de Satanás na minha vida que eu tratei de acabar com meu Orkut.
Aliás, cada dia vou me convensendo de que podemos viver perfeitamente sem nem sequer email convencional. Penso que se o Orkut for usado com sabedoria, assim como a internet em geral, pode ser um instrumento muito útil para várias finalidades.